Gravidez de Alto Risco

A gravidez pode ser classificada de alto risco, se a mãe tem uma condição médica crónica ou se há sinais de complicações no feto ou com a gravidez.
Gravidez de Alto Risco

Condições médicas da mãe

As condições médicas que justifiquem cuidados especiais incluem hipertensão, diabetes, asma, epilepsia, condições da tireóide, doenças cardíacas, alterações de coagulação do sangue, infeção pelo HIV (Sida), anemia falciforme, cancro e lúpus eritematoso sistémico.

Problemas fetais

Problemas no feto são detetados após a progressão da gravidez a um certo ponto, ou então são suspeitos com base no resultado de uma gravidez anterior. Por exemplo, um defeito de nascença, tal como espinha bífida ou malformação cardíaca, podem ser detectadas no feto, por meio de testes de rastreio durante a gravidez, ou podem ser sugeridas por causa do resultado de uma gravidez anterior. Incompatibilidade Rh (em que a mãe é Rh negativo e o bebé é Rh-positivo), infeção fetal, ou problemas de crescimento fetal também designam a gravidez de alto risco.
Detecção de gestação múltipla, como gémeos e trigémeos, irá classificar a gravidez de alto risco, ainda que nada inerentemente esteja errado com os fetos.

Problemas obstétricos

Problemas obstétricos que podem classificar a gravidez de alto risco incluem placenta prévia (uma condição em que a placenta está a obstruir a abertura do útero em diferentes graus), parto prematuro, ruptura prematura de membranas (bolsa das águas), miomas, ou uma forma anormal do útero.
Alguns obstetras e médicos de família podem sentir-se confortáveis em tratar ​​mulheres grávidas com essas condições, outros podem optar por submeter a mulher a um especialista em medicina materno-fetal. O médico de família pode recomendar consultas (uma avaliação em profundidade) pelo especialista, com vigilância feita tanto pelo médico de família como pelo especialista durante a gravidez, ou a transferência de cuidados (o especialista irá assumir a responsabilidade principal pelo acompanhamento da gravidez).
Referencias: Enciclopédia Médica da Família – Editora: Livraria Civilização Editora

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O leite materno de mulheres vacinadas com Astrazeneca, Pfizer e Moderna contém anticorpos contra a Covid-19

Dispositivos eletrónicos e crianças: Nem tão bons, nem tão maus

Hábitos de leitura nas crianças