Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2012

Actuando contra a obesidade dos nossos filhos

Imagem
O termo obesidade é derivado da palavra em latim obesus, que significa “pessoa que tem demasiada gordura”. Uns quilos a mais no seu filho não quer dizer necessariamente que seja obeso, mas pode significar que tem tendência a ganhar peso rapidamente, no entanto, quando ultrapassar mais que 10% do peso correspondente à sua idade e estatura, aí já é considerado um problema de obesidade. A obesidade é uma das condições clínicas mais fáceis de detectar, mas uma das mais difíceis de tratar, uma vez que 80% do trabalho para melhorar depende da criança, e para ela tem de ser muito bem educada para cuidar da sua saúde. Entre 15% e 33% das crianças e adolescentes é obesa e isto é devido a problemas de comportamento e culturais. Ouve uma mudança na sociedade nos últimos anos, na qual os nossos filhos ficam, em contacto permanente com alimentos muito pouco saudáveis nos meios de comunicação, como a TV, a Internet, etc. Biológica e geneticamente é possível ser obeso por antecedentes familiares. S

As crianças com asma

Imagem
A asma é uma doença do aparelho respiratório muito comum nas crianças, sendo mais frequente nos rapazes do que nas raparigas. Pode aparecer em qualquer momento mas é mais frequente nos primeiros cinco anos, embora ¼ das crianças venha a sofrer desta doença no seu primeiro ano de vida. A asma é uma doença inflamatória crónica, tratando-se de uma obstrução nos brônquios mas que é reversível. Pode ser curada naturalmente ou com tratamentos que induzem a resposta da criança a vários estímulos, como por exemplo os fármacos, exercício físico, choro, etc. Alguns dos factores que podem desencadear a asma são: – Antecedentes na família de asma ou de alergias. – Exposição ao fumo dos cigarros, especialmente se a mãe é fumadora. – Sofrer de dermatite e/ou rinite alérgica. – O contacto frequente com animais ou com ácaros. – Abandono precoce da aleitação materna. – Frequentes infecções virais.   Como enfrentar uma crise de asma do seu filho? Em primeiro lugar deve entender como funciona a doença n

Transtorno de conduta, o que fazer?

Imagem
As crianças e os adolescentes comportam-se mal algumas vezes, mas o transtorno de conduta é diferente e vai mais além da picardia e da rebelião. Sob esta circunstância as crianças mostram-se agressivas, com um comportamento hostil e desordenado, o qual se designa como transtorno quando este tipo de comportamento de mantém por mais de seis meses. Os nossos filhos poderão padecer deste tipo de transtorno quando têm dificuldade em cumprir as normais que a maioria das outras crianças aceita. Desobedecem permanentemente mesmo quando sabem que irão ter um castigo pesado. Mostram uma conduta destrutiva, são sempre contestatários, recusam-se a cumprir as suas obrigações diárias e não ligam à sua higiene pessoal. Há que ter atenção quando: Fazem mal a si mesmos, aos animais ou a outras pessoas, mentem e/ou roubam, estragam os bens das outras pessoas, não têm bom rendimento escolar (não estudam e faltam) ou também quando começam a beber álcool ou a consumir drogas e mantém discussões permanente

Como preparar o enxoval do bebé

Imagem
Se vai ser mãe e especialmente no caso de ser o primeiro filho, prepara o enxoval do bebé é muito importante. Existem coisas básicas e necessárias tanto para si como para o seu futuro bebé e outras que lhe irão facilitar a sua vida de mamã. Basicamente o que necessita para preparar o enxoval do seu bebé? Vamos ver por várias áreas:   Roupinha para o bebé 6 bodys manga comprida (gola trançada) 6 bodys manga curta ou sem manga (importante para colocar por baixo da roupa para aquecer e proteger mais o bebé) 6 calças com pé reversível (essas calças são usadas por mais tempo) 6 camisas 4 camisolas 4 casacos (de algodão, lã ou soft dependendo da estação do ano) 2 conjuntos (calças, camisola e casaco, para menino ou vestido e casaco, para menina) 2 toucas ou gorros (de algodão, lã ou soft dependendo da estação do ano) 6 babygrows (de algodão, lã ou soft dependendo da estação do ano) 6 pares de meias (ou botinhas de tecido) 2 pares de luvas de algodão 1 casaco grosso (para o Inverno) 1 conjun

A alimentação do bebé

Imagem
Tanto o biberão como o peito são extremamente importantes na alimentação do bebé , não apenas pela alimentação em si, mas também pelos momentos de intimidade proporcionados. Um ambiente relaxado e de tranquilidade é fundamental quando alimenta o seu bebé. Leve o tempo que for necessário e evite ser incomodada, pois este é um prazer maravilhoso e um momento único, o do contacto físico com o seu filho. Deve-se tentar fazer arrotar o bebé depois da amamentação, pois a pressão da sucção é tão forte que normalmente costuma sugar também ar, pelo que se deve dar umas palmadinhas nas costas. Não se esqueça de colocar uma toalha sobre o ombro porque os lactentes quando arrotam têm a tendência de expulsar um pouco de leite juntamente com o ar. Cólicas do lactente; assim dizem os médicos quando o bebé (sobretudo aqueles que se alimentam com o biberão) tem com frequência cólicas que provocam um pranto permanente, fazendo sentir impotentes os pais. Isto não a deve preocupar demasiado pois é uma coi