Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2012

A importância da privacidade na adolescência

Imagem
A adolescência é considerada como a etapa da vida com maiores alterações e reafirmações por que todos passamos. Neste período é necessário e imprescindível que o adolescente tenha o seu próprio lugar onde possa viver, reflectir, pensar e ter o seu próprio espaço de privacidade . É assim que o seu quarto se assume como o único local tanto da própria casa, como do mundo inteiro, em que o adolescente se sente dono do seu próprio espaço. É o seu espaço, controla-o, sente-o e vive-o. Tem a sua marca, sente-se ali protegido, sem que nada nem ninguém ali o possa magoar. É no quarto que os jovens lêem, ouvem música, riem, choram e partilham brincadeiras com amigos, sendo por tudo isto que são tão ciosos do seu próprio espaço. O quarto tem a sua própria identidade, e é por tudo isto que não se devem armar discussões sobre a decoração, nem sobre as situações que o adolescente aqui expresse. Bater à porta antes de entrar num quarto de um adolescente é também algo que lhe dá segurança e confianç

A obesidade infantil pode causar problemas psicológicos

Imagem
A obesidade infantil pode causar problemas psicológicos. A invasão da comunicação no século XXI, faz com que as crianças permaneçam mais tempo parados em frente aos computadores, jogando em rede, brincando com PlayStations, vendo DVD´s, televisão por cabo, etc. Tal passividade e falta de exercício, somado ao rápido aumento de consumo de fast food, contribuiu para o aumento do número de crianças obesas nos últimos anos. Efectivamente, a obesidade infantil é um problema de tal forma que é preciso começar a enfrentá-lo logo desde a nascença, começando a alimentar os bons hábitos alimentares e o exercício físico. A obesidade pode causar outras doenças, sendo culpada pelos diabetes, problemas cardiovasculares, entre outras enfermidades. Contribui ainda para o aumento dos riscos de vir a padecer de doenças psicológicas em idade precoce. Assumir esses riscos e tomar consciência desta realidade é o primeiro passo para começar com os bons hábitos e conseguir ter uma vida saudável. Alguns estu

Cuidados a ter com o sol

Imagem
O sol tem imensos efeitos benéficos como a estimulação da produção das vitaminas A e D, que contribuem para a formação e saúde dos dentes e ossos. No entanto, a exposição ao sol deve ser feita com responsabilidade e com maiores cuidados em relação às crianças.   De seguida vamos dar alguns conselhos para desfrutar do sol sem problemas: Utilize um protector solar adequado; o número do factor significa a quantidade de vezes (multiplicada) que a pele é protegida da radiação solar. Por exemplo, se o seu filho demorar 10 minutos para ficar com a pele vermelha (sem protecção), significa que se usar um creme com factor 30 irá demorar 300 minutos para atingir esse mesmo efeito. Visite um dermatologista para verificar que tipo de pele o seu filho tem e saber qual a protecção mais indicada para ele. Aplique o creme protector uma hora antes da exposição e volte a aplicar a cada duas horas e de todas as vezes que for tomar banho ou ficar muito tempo em movimento na areia. Após a exposição ao sol

Hipertensão nas crianças

Imagem
Designam-se de hipertensão arterial todas as situações em que se verificam valores de tensão arterial aumentados. Quando os valores da “máxima” estão alterados, diz-se que o doente sofre de hipertensão arterial sistólica; quando apenas os valores da “mínima” se encontram elevados, o doente sofre de hipertensão arterial diastólica. A primeira é mais frequente em idades avançadas. A prevalência desta doença aumenta com a idade, sendo por isso muito importante tomar os devidos cuidados quando é diagnosticada em crianças para evitar males maiores. O termo pressão arterial é aplicado em relação ao nível de força que existe dentro das artérias, sendo essa dita pressão produzida pelo fluxo sanguíneo. Cada vez que o coração bate, sobe a pressão e quando o coração está em repouso, a pressão baixa. A pressão arterial não deve superar os 135/85 mmHg. Nas crianças é controlada segundo a sua idade, peso e estatura, pelo que quando é detectada não existe um valor único, uma vez que entre 2% e 10%