Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2021

Os Tratamentos de Fertilidade

Imagem
Muitas mulheres portuguesas engravidaram graças a tratamentos de fertilidade; apesar disso, alguns relatórios revelam que os tratamentos de fertilidade têm um alto custo psicológico, físico, económico e de mão de obra . E é que a maioria das mulheres que se submetem ao tratamento reconhece que a vivência é difícil, e a espera entre os diagnósticos é estressante. Além disso, uma em cada quatro escolheu um centro privado – existe uma maior oferta nos centros privados do que nos públicos – e a taxa de sucesso também foi mais elevada nos centros privados (58% contra 32%). Você quer saber quais são as principais opções de tratamento para um problema de fertilidade? As opções de tratamento são diversas e será o seu ginecologista quem indicará qual é a mais indicada para você. O ideal é começar com as opções mais simples e, se isso não funcionar, passe para técnicas complexas como a fertilização in vitro. Medicamentos para a fertilidade São indicados para o tratamento de problemas hormonais

DHA, o ómega 3 que as crianças precisam sempre!

Imagem
DHA significa Ácido Docosahexaenóico e é uma gordura da família dos tão famosos ómega 3. Os ómega 3 são gorduras fundamentais para a saúde cardiovascular e mental e são anti-inflamatórios. Portanto é essencial ter uma ingestão de ómega 3 adequada. O DHA consegue ser produzido pelo nosso organismo (assim como o ómega 3 EPA) e também o podemos ingerir pela alimentação através de peixes gordos, óleos de peixe ou algas. Apesar de o corpo produzir EPA e DHA, nem sempre a quantidade é suficiente. Porque é que o DHA tem tanta importância nas crianças? Porque é fundamental para a estrutura, desenvolvimento e funcionamento do cérebro, bem como para a performance mental. A sua deficiência está ligada a desordens psicológicas como depressão e comportamentos agressivos; Costuma estar em níveis baixos em crianças com hiperactividade e também em casos de obesidade; Diversos estudos mostram que a suplementação e maior ingestão de peixe melhoram a performance mental e o comportamento. As crianças com

Obesidade Infantil - Como Evitar

Imagem
A Obesidade Infantil avança cada vez mais em todo o mundo e ensinar a comer bem desafia pais, escolas e médicos. A obesidade infantil avança cada vez mais, fazendo com que crianças e adolescentes comecem a sofrer desde cedo de males que eram tipicamente associados a adultos. Pais, escolas e médicos são desafiados a ensinar as crianças e adolescentes a comer bem. A obesidade avança como uma epidemia entre crianças e jovens do mundo todo. Em Portugal mais especificamente, traz para esses jovens problemas que eram mais frequentes em fases mais maduras da vida. Os últimos dados disponíveis sobre a obesidade infantil mostram que 21% dos meninos e 19% das meninas dos 10 aos 19 anos sofrem de excesso de peso. São percentagens bastante elevadas e que colocam Portugal no mesmo caminho dos Estados Unidos , onde a luta contra a balança é uma realidade para a maior parte da população, seja ela adulta ou infantil. Para muitos especialistas, a solução está na educação. De um modo geral as pessoas pr