Dieta para Grávidas

Dieta para GrávidasA gravidez é talvez um dos momentos mais emocionantes da vida de muitas mulheres, porém tendo em conta que o organismo esta a formar outro ser vivo, deve-se ter alguns cuidados, para que a saúde do bebé, bem como a da mãe esteja sempre sã. Como sabemos uma das principais preocupações das mulheres durante e depois da gravidez é o peso, pois nem sempre conseguem ter o peso ideal e mais saudável durante toda a gravidez. Vejamos, uma mulher cujo peso seja considerado normal, durante toda a sua gravidez deverá engordar cerca de 11 a 16 kg, por sua vez uma mulher que esteja abaixo do seu peso normal deverá engordar entre 12 a 18 kg, por fim uma mulher que se encontre acima do seu peso normal deverá engordar cerca de 7 a 11 kg.
Para manter os seus padrões normais de peso, durante toda a sua gravidez é fundamental que procure fazer uma dieta apropriada para grávidas. Basicamente este tipo de dieta segue os padrões ideais de qualquer outra dieta saudável, sendo que a única coisa que se modifica é o número de calorias a ingerir diariamente. Tendo em conta que uma mulher grávida está a dar vida a outro ser, esta deverá consumir mais 300 kcal do que o normal, de forma a nutrir devidamente o bebé.

Como fazer a sua dieta?

Eis o que deverá compor a sua dieta:
  • Cereais, preferencialmente integrais;
  • Leite e seus derivados, devendo estes ser magros;
  • Fontes proteicas, como carne branca, vermelha, peixe, soja, feijão e ovo;
  • Vegetais, como cenoura, brócolos, espinafres, beterraba e tomate;
  • Consumir no mínimo 1.5l de água por dia;

O que evitar?

  • Consumo de peixe ou moluscos mal passados ou crus; Durante a gravidez deve ter o cuidado de consumir estes alimentos bem cozinhados, pois estes quando não se encontram bem passados poderão conter bactérias, como o parasita toxoplasma, sendo este muitas das vezes associado ao aparecimento de problemas cerebrais.
  • Peixes com elevado teor de mercúrio, como a cabala, o atum branco e o peixe-espada;
  • Carne mal passada;
  • Leite e derivados de leite não pasteurizados; Deve excluir totalmente o consumo de alimentos não pasteurizados, uma vez que estes alimentos poderão conter a bactéria listeria, sendo esta muitas das vezes associadas a aborto e partos prematuros.
  • Salsichas cruas e alimentos fumados;
  • Ovos crus, ovos mal passados, uma vez que poderão conter salmonelas;
  • Consumo de bebidas alcoólicas, uma vez que esta prática poderá causar dano fetal;
  • Muitos alimentos fritos;
  • Muitos doces;
Como pode verificar a alimentação de uma grávida requer alguns cuidados, pois para a grávida e o bebé terem saúde existem alguns sacrifícios a fazer, passando estes pela prática de uma alimentação saudável e equilibrada. Pois como sabemos uma má alimentação poderá acarretar inúmeros problemas de saúde, tanto para a mamã como para o bebé. Eis o que pode advir de uma má alimentação:
  • Diabetes;
  • Aumento da tensão arterial;
  • Infeções pós parto;
  • Necessidade de realização de cesariana;
  • Parto prematuro;
  • Deformações fetais;
  • Morte fetal;
Para além da prática de uma boa alimentação, se quer ter uma gravidez saudável a prática de exercício físico moderada também poderá ser ótima para a sua saúde e para a do seu bebé.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O leite materno de mulheres vacinadas com Astrazeneca, Pfizer e Moderna contém anticorpos contra a Covid-19

Dispositivos eletrónicos e crianças: Nem tão bons, nem tão maus

Hábitos de leitura nas crianças